Autonomia do Banco Central deve ser aprovada ainda no primeiro semestre de 2020

Medida representa um avanço para o sistema financeiro nacional

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM) se reuniu com o presidente do Banco Central do Brasil, Roberto Campos Neto, na noite desta quarta-feira (22). 

De acordo com Maia, a Câmara deve aprovar a autonomia do BC ainda no primeiro semestre de 2020, a medida representa um avanço para o sistema financeiro nacional.

Com a autonomia o presidente da autarquia federal perde o status de ministro de Estado, que passa a ter mandato fixo juntamente com os demais diretores da instituição, além de não coincidir com o do presidente da República.