Auxílio Emergencial já pagou R$ 108 bilhões para 64 milhões de brasileiros

Programa é considerado o maior da história do Brasil levando em consideração a agilidade com que o dinheiro está sendo distribuído.

 

O Governo Federal, no maior programa social da história do Brasil, já pagou até agora R$ 108,1 bilhões a 64,7 milhões de beneficiários do Auxílio Emergencial.

A Caixa paga nesta quinta-feira (2) o auxílio para mais 6,8 milhões de beneficiários nascidos em julho e agosto. A terceira parcela será depositada em conta poupança para 5,1 milhões que fizeram o cadastro pelo aplicativo do banco ou pelo CadÚnico e que receberam a primeira parcela até o dia 30 de abril.

Outro 1,5 milhão, que recebeu a primeira entre os dias 16 e 29 de maio, terá creditado a segunda parcela. Além de 200 mil, do último lote liberado, que receberão a primeira parcela.

Para ter direito ao auxílio é preciso estar desempregado, ou ser microempreendedor individual (MEI), contribuinte individual da Previdência Social e trabalhador informal. Além de pertencer à família cuja renda mensal por pessoa não ultrapasse meio salário mínimo  (R$ 522,50), ou cuja renda familiar total seja de até 3 (três) salários mínimos (R$ 3.135,00).