Auxílio Emergencial tem sinal verde de Guedes para mais 3 meses

Ministro da Economia confirmou repasse mensal de R$ 500, R$ 400 e R$ 300 respectivamente. Pasta ainda prepara mudanças nos programas sociais

Matéria do dia 26/06/2020 - Publicada por Voluntários do MS Conservador.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, deu o sinal verde para o governo federal pagar mais três parcelas do Auxílio Emergencial  nos valores de R$ 500, R$ 400 e R$ 300. A pasta também prepara uma serie de medidas para criar o programa Renda Brasil, que implicaria na unificação de programas sociais como Bolsa Família, Seguro Defeso e Abono Salarial. Os três deixariam de existir.

Outra medida deve atingir as deduções do Imposto de Renda. A ideia da equipe econômica é acabar com deduções com Saúde, por exemplo, e baixar a alíquota do Imposto de Renda da Pessoa Física para que não haja aumento da tributação. Uma das propostas é diminuir de 27,5% (a maior alíquota) para 25%. Os valores ainda estão em estudo.

O presidente Bolsonaro já tinha falado sobre as novas parcelas. “Os números não estão definidos ainda. Mas a gente vai prorrogar por mais 2 meses o auxílio emergencial, que vai partir para uma adequação. Serão, com certeza, R$ 1.200 em 3 parcelas. Basicamente deve ser dessa maneira. Deve ser, estamos estudando, R$ 500, R$ 400 e R$ 300”, afirmou o presidente.

Faça parte do nosso Apoi.se: https://apoia.se/msconservador

O MS Conservador não aceita dinheiro público e muito menos financiamento de políticos e partidos políticos, somos um grupo de voluntários atuando para levar sempre a verdade e o crescimento do conhecimento conservador.

Ajude a manter a nossa página atuante e nossas matérias diárias, faça sua doação: 

Banco Bradesco           
Agência: 5306
Conta: 22591-6
CPF: 904.070.671-91

Banco Caixa Econômica
Operação: 013    
Agência: 1568
Conta: 47823-0
CPF: 028.459.011-86