Bolsonaro fala sobre tomar dura decisão contra restrições

Chefe do Executivo ponderou sobre a população estar preparada

Jair Messias Bolsonaro, Presidente do Brasil. Reprodução / Web

Em conversa com apoiadores na manhã desta sexta-feira (19), o presidente Jair Bolsonaro criticou as restrições adotadas por governadores e prefeitos e questionou se a população estaria preparada para uma ação dura do Governo Federal.

Eu tenho mantido todos os ministros informados do que está acontecendo. E ainda culpam a mim, como se eu fosse um insensível no tocante às mortes. A fome também mata. A depressão tem causado muitos suicídios no Brasil. Onde é que nós vamos parar? Será que o Governo Federal vai ter que tomar uma decisão antes que isso aconteça? Será que a população está preparada para uma ação, do Governo Federal, dura no tocante a isso? – questionou.

Conforme publicado pelo Pleno.News, Bolsonaro já criticou o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, pelo fechamento das praias e o acusou de hipocrisia. Aos apoiadores, o presidente também chamou de “hipócrita” quem o tem acusado frequentemente de “ditador”.

O que é “dura”? É para dar liberdade ao povo. É para dar o direito ao povo [de] trabalhar. É para dar direito ao povo [de] trabalhar. Não é ditadura não. Temos uns hipócritas aí falando de ditadura o tempo todo; uns imbecis. Agora o terreno fértil para a ditadura é exatamente a miséria, a fome, a pobreza – complementou o presidente.

Sem dar mais detalhes sobre o que seria a “decisão dura”, ele afirmou esperar que a população se inteire “cada vez mais” sobre o que está acontecendo.

Vai chegar o momento? Eu gostaria que não chegasse o momento, mas vai acabar chegando… – disse Bolsonaro.

O chefe do Executivo entrou com uma ação no STF contra os decretos dos governadores e disse esperar que esta ação dê certo.

Com informações do Pleno News.