Extrema-esquerda parabeniza atuação de Alexandre de Moraes

Enquanto juristas e advogados chamam o inquérito aberto pelo STF de "inconstitucional e de aberração", a oposição ao governo Bolsonaro parabeniza a ação da PF de hoje, dia 27/05.

Matéria do dia 27/05/2020 - Fonte Renova Midia

A Polícia Federal (PF) cumpre, nesta quarta-feira (27), 29 mandados de busca e apreensão no âmbito do controverso inquérito das fake news, que tramita junto ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Agentes da PF realizam as buscas no Distrito Federal, Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso, Paraná e Santa Catarina.

Os mandados foram expedidos pelo ministro Alexandre de Moraes, relator da investigação no STF, que mira aliados do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Em publicações nas redes sociais, políticos brasileiros alinhados à extrema-esquerda aplaudiram a atuação de Moraes.

Em mensagem no Twitter, o governador do Maranhão, Flávio Dino, membro do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), atacou “milicianos digitais”:

“Milicianos digitais fraudam a democracia e corrompem a sociedade. Espalham ódio e inviabilizam o diálogo. Desestruturam famílias e incentivam ilegalidades. Cometem e acobertam crimes. Em suma, são indivíduos perigosos.”

A deputada Jandira Feghali, em mensagem na mesma rede social, declarou:

“O STF é correto em investigar aqueles que atacam a instituição com mentiras. Rede profissional de mentiras não cabe numa democracia.”

O deputado David Miranda aproveitou para ameaçar o vereador Carlos Bolsonaro:

“Se cuida, Carluxo! […] O gabinete do ódio está por um fio!”

A deputada Sâmia Bomfim também afirmou:

“Não se trata de pessoas isoladas que difundem notícias falsas. Há um esquema estruturado. Que se investigue e se puna.”

A deputada Gleisi Hoffmann, presidente nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), também celebrou:

“Logo chegarão ao covil dos criminosos. Questão de tempo. Por isso não tem justificativa a CPMI da fake news no Congresso estar parada.”

Fonte: Renova Midia

Faça parte do nosso Apoi.se: https://apoia.se/msconservador

O MS Conservador não aceita dinheiro público e muito menos financiamento de políticos e partidos políticos, somos um grupo de voluntários atuando para levar sempre a verdade e o crescimento do conhecimento conservador.

Ajude a manter a nossa página atuante e nossas matérias diárias, faça sua doação: 

Banco Bradesco           
Agência: 5306
Conta: 22591-6
CPF: 904.070.671-91

Banco Caixa Econômica
Operação: 013    
Agência: 1568
Conta: 47823-0
CPF: 028.459.011-86