Gilmar Mendes ‘ultrapassou limite’, diz Mourão

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, afirmou hoje que o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), "forçou a barra" e "ultrapassou o limite de crítica".

Matéria do dia 13/07/2020 - Voluntários do MS Conservador

De acordo com o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, ‘ultrapassou o limite da crítica’ ao declarar que o Exército se associou a um ‘genocídio’ durante a pandemia da covid-19 no Brasil.

Na tarde desta segunda-feira (13), durante uma videoconferência realizada pelo Banco Plural, o general comentou a declaração do ministro do STF.

“O ministro Gilmar Mendes não foi feliz. Eu vou usar uma linguagem do jogo de polo: ele cruzou a linha da bola. Querer comparar com genocídio o fato das mortes ocorridas aqui no Brasil na pandemia. […] Atribuir essa culpa ao Exército porque tem um oficial general do Exército como ministro interino da Saúde. Ele forçou uma barra aí, que agora tá criando um incidente com o Ministério da Defesa. […] Eu acho que a crítica vai ocorrer, tem que ocorrer, ela é válida, mas o ministro ultrapassou o limite da crítica nisso aí”, disse Mourão.

Fonte: Conexão Política

Faça parte do nosso apoi.se: https://apoia.se/msconservador

MS Conservador não aceita dinheiro público e muito menos financiamento de políticos e partidos políticos, somos um grupo de voluntários atuando para levar sempre a verdade e o crescimento do conhecimento conservador.

Ajude a manter a nossa página atuante e nossas matérias diárias, faça sua doação: 

Banco Bradesco

Agência.: 5306

Conta.: 22591-6

CPF.: 904.070.671-91