Hospitais de campanha serão desmontados sem sequer abrir as portas

Construídos para ampliar a oferta de leitos durante a pandemia, os hospitais não chegaram a entrar em operação.

Matéria do dia 28/07/2020 - Publicada por Renova Midia.

Três hospitais de campanha construídos no Rio de Janeiro para ajudar no combate à pandemia de coronavírus devem ser desmontados nos próximos dias.

Em meio a atrasos e investigações sobre irregularidades no governo de Wilson Witzel, os hospitais sequer foram efetivamente abertos ao público.

Em conversa com jornalistas, nesta segunda-feira (27), o secretário de Saúde do Rio, Alex Bousquet, afirmou:

“Há uma forte tendência de, nos próximos dias, anunciarmos o fechamento dessas unidades. O planejamento já previa o início, meio e fim da necessidade dessas unidades de apoio.”

E, segundo a CNN Brasil, acrescentou:

“Acompanhamos as curvas de controle diário e entendemos que a epidemia está estabilizada ou em queda. Caso haja uma segunda onda de contaminação, as redes municipais e estaduais estão preparadas. Também poderemos fazer convênios com a rede particular.”

Fonte: Renova Midia

Faça parte do nosso Apoi.se: https://apoia.se/msconservador

O MS Conservador não aceita dinheiro público e muito menos financiamento de políticos e partidos políticos, somos um grupo de voluntários atuando para levar sempre a verdade e o crescimento do conhecimento conservador.

Ajude a manter a nossa página atuante e nossas matérias diárias, faça sua doação: 

Banco Bradesco           
Agência: 5306
Conta: 22591-6
CPF: 904.070.671-91

Banco Caixa Econômica
Operação: 013    
Agência: 1568
Conta: 47823-0
CPF: 028.459.011-86