Manifestantes protestam conta o lockdown e a falta de palavra de Marquinhos Trad

Protesto ocorreu em frente a prefeitura. Manifestantes dizem que o prefeito está arruinando a vida de comerciantes e trabalhadores.

 

Manifestantes se reuniram em frente a prefeitura de Campo Grande na manhã desta quarta-feira (15), para protestar contra o lockdown imposto pelo prefeito Marquinhos Trad. Os manifestantes dizem que a medida não tem base científica e causará prejuízos para comerciantes e trabalhadores, que já estão com os empregos ameaçados por conta da pandemia e da insegurança gerada pelas decisões do prefeito.

O protesto reuniu comerciantes preocupados com a crise, trabalhadores e grupos de Direita, como o Endireita MS. Eles alegam que o prefeito não cumpriu a palavra dele mais uma vez, nesta terça-feira (14) por meio de uma live, ele foi categórico e afirmou que não haveria lockdown em Campo Grande, horas depois, voltou atrás e anunciou que haveria sim o lockdown nos finais de semana, sábado e domingo.

“O prefeito mostra mesmo que não tem palavra, como acreditar em um administrador desse? Que não cumpre o que fala em uma live, agora você imagina no que diz respeito a grandes projetos para a cidade, é um absurdo o que está ocorrendo”, disse Rafael Tavares, coordenador do EndireitaMS.

Outra reclamação dos manifestantes é a indecisão e falta de pulso firme do prefeito, que a cada hora muda de opinião e deixa a cidade em uma situação de insegurança. Os comerciantes reclamam que ficam impedidos de fazerem investimentos e tocarem os negócios como tantos decretos assim, foram mais de 100 ao longo da pandemia.

Com o lockdown, Trad está indo na contramão de outras capitais do país, que ao invés de fechar estão reabrindo o comércio e lidando com a doença sem prejudicar a vida das pessoas.

Outro detalhe a observar, é que o lockdown não é uma unanimidade entre os especialistas, a quem defenda e quem o critique.

Michael Levitt que recebeu o Prêmio Nobel de Química em 2013 é um dos que se opõe, ele descreve medidas indiscriminadas de lockdown como “um grande erro” e defende uma política de “lockdown inteligente”, focada em medidas mais efetivas, focadas na proteção de idosos e vulneráveis.

 

Faça parte do nosso apoi.se: https://apoia.se/msconservador

MS Conservador não aceita dinheiro público e muito menos financiamento de políticos e partidos políticos, somos um grupo de voluntários atuando para levar sempre a verdade e o crescimento do conhecimento conservador.

Ajude a manter a nossa página atuante e nossas matérias diárias, faça sua doação: 

Banco Bradesco

Agência.: 5306

Conta.: 22591-6

CPF.: 904.070.671-91