Mídia local se cala após denúncia que Azambuja teria filho fora do casamento

Tradicionais sites e tvs de Campo Grande não deram atenção ao assunto que gerou repercussão nacional.

Matéria 17/06/2020 - Voluntários do MS Conservador

Tradicionais sites e Tvs de Campo Grande optaram por não repercutir a história bombástica de que o governador Reinaldo Azambuja teria um filho, de 13 anos, fora do casamento. A história foi publicada pelo colunista Léo Dias, do Metrópoles, e não rendeu nenhuma linha, nenhuma manchete, nenhuma chamada na mídia local.

O fato é no mínimo curioso levando em consideração a dimensão do assunto, e por se tratar do chefe do poder executivo estadual, mas pode ser entendida quando se leva em consideração que estes veículos recebem verbas de publicidade do governo estadual.

Segundo a reportagem de Léo Dias, governador Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, é casado há 37 anos e tem três filhos assumidos: Rafael, Tiago e Rodrigo e teria mais um filho, o João, de 13 anos de idade, segundo pessoas próximas à mãe da criança.

O colunista afirma que entrou em contato com o assessor de imprensa do governador, Francisco Victório, que confirmou a existência desse quarto filho, citando inclusive que ele vive no Rio Grande do Norte. Mas ele nega que João seja fruto de uma relação extraconjugal de Azambuja.

Michela Vasques, que seria a ex-amante do governador, que, segundo relatos, teve um inferno de vida com ele, com direito a fuga e a um aborto forçado, segundo Léo Dias.

A reportagem afirma que em 2006, Azambuja era deputado estadual pelo PSDB e queria crescer na política. Na época com 43 anos, vivia um romance tumultuado com Michela. Eram muitas brigas e, segundo amigos, antes de engravidar de João, ele já a obrigara a fazer um aborto, afirmou Léo Dias na reportagem. A nova gravidez abriu uma enorme crise na relação.

A mulher teria sido ameaçada e ele a teria forçado a ir morar no Rio Grande do Norte. Chegando lá, Michela, grávida, se assustou com as condições: bairro, casa, enfim, uma vida muito simples.

A reportagem finaliza dizendo que Reinaldo Azambuja nasceu muito rico, assumiu a empresa de agronegócios da família e, em 2014, declarou um patrimônio de quase R$ 38 milhões. Dar uma vida luxuosa à amante poderia chamar a atenção e, por isso, ele optou pela simplicidade. Distante de Campo Grande, da família e de amigos, e sem dinheiro, Michela decidiu fugir e viver uma vida sem rastro.

Fonte: Metrópoles