Senadora nos faz acreditar que David deve procurar um outro fim

Na luta por liberdade, David acaba sendo um retrato de todos nós.

Matéria do dia 16/06/2020

“A gente recebeu tantas mensagens, que a gente não sabe ... o que é fake News ou o que era robô, a gente quer interagir nas redes sociais com a população e não consegue, não sabe se está respondendo pro anonimato, pro anonimato que é o robô”

A frase não é estranha, principalmente para quem gosta de cinema, remete ao início dos anos 2000, quando Steven Spielberg lançava um dos seus maiores sucesso A.I, A Inteligência Artificial. Seria ela tirada de uma das cenas do filme de grande sucesso, indicado a dois Oscars?

Para quem não assistiu ou para refrescar a memória de quem viu, a trama se dá ao redor de David, um robô interpretado por Haley Joel Osment, com características incrivelmente humanas. Ele é adotado por Monica, interpretada por Frances Ann O'Connor. Mas logo que o filho verdadeiro dela sai de um coma, David é rejeitado e abandonado, saindo a procura de uma fada "blue fairy" nas profundezas do oceano. Ele acredita que ela pode transforma-lo em um garoto de verdade, e lhe dar um significado real, o que acaba não acontecendo.

Voltando ao segundo parágrafo, a resposta é NÃO, a frase tem cara de Inteligência Artificial, mas não foi tirada do longa. Na verdade, foi dita recentemente pela senadora Simone Tebet (MS), que já expressou claramente sua posição favorável ao projeto de lei 2.630, que basicamente quer impor limites nas redes socias.

Levando em consideração tanta simetria entre a frase e o filme, talvez Tebet tenha aficionado pelo longa. Ao reclamar dos robôs tenta impedir David de realizar seu maior sonho, o de liberdade. E porque não pensar que David seja um retrato de todos nós? Que ganhamos vozes pelas redes sociais e agora poderemos terminar calados no fundo de um oceano profundo chamado CENSURA.

A parlamentar parece mesmo que não vai mudar de opinião; é melhor David procurar outro fim.

Faça parte do nosso Apoi.se: https://apoia.se/msconservador

O MS Conservador não aceita dinheiro público e muito menos financiamento de políticos e partidos políticos, somos um grupo de voluntários atuando para levar sempre a verdade e o crescimento do conhecimento conservador.

Ajude a manter a nossa página atuante e nossas matérias diárias, faça sua doação: 

Banco Bradesco           
Agência: 5306
Conta: 22591-6
CPF: 904.070.671-91

Banco Caixa Econômica
Operação: 013    
Agência: 1568
Conta: 47823-0
CPF: 028.459.011-86