Sérgio Reis adere a manifestação em apoio a Bolsonaro e promete parar o país

Os manifestantes querem a garantia do voto impresso nas próximas eleições e a votação no Senado do impeachment dos ministros do STF.

Sérgio Reis, cantor sertanejo e empresario do agro. Reprodução / Web

Num vídeo que circula no Twitter, o cantor sertanejo Sérgio Reis aparece numa reunião com mais de 20 lideranças do agronegócio e dos caminhoneiros para organizar uma manifestação em favor do presidente Jair Bolsonaro em setembro. “Nós vamos parar 72 horas”, diz. “Se não fizer nada, nas próximas 72 horas ninguém anda no país. Não vai ter caminhão nem para trazer feijão para vocês aqui dentro. Vai parar porto, vai parar tudo. E não é só Brasília, é o país”.

Os manifestantes pretendem pedir a garantia do voto impresso nas próximas eleições e a votação no Senado do impeachment dos ministros do Supremo Tribunal Federal. “Está vindo uma caravana de trailers e gente de tudo quanto é lugar. Vai fechar Brasília”, afirma Reis. ” Nada vai ser igual ao que vai acontecer. E se eles não atenderem o nosso pedido, a cobra vai fumar.”

Num outro vídeo em que comenta a reunião, Reis disse que o que está sendo organizado é um “movimento para salvar o país”. “Eles vão se assustar com o movimento, mas é gente da paz”. O cantor afirma que o objetivo é fazer algo sério para que “o governo tome uma posição, Exército tome uma posição”. Sérgio Reis foi deputado federal entre 2015 e 2019 pelo antigo PRP, atual Republicanos.

Com informações da Revista Oeste.