Solto em razão de pandemia, preso estupra e mata garota em Poços de Caldas

No Brasil mais de 32 mil presos já foram colocados em liberdade devido a pandemia do Coronavirus.

Matéria do dia 15/06/2020 - Publicada por Voluntários do MS Conservador.

Uma jovem de 18 anos foi estuprada e assassinada por um preso menos de 24 horas após ele deixar a prisão, segundo a polícia, liberado por conta da pandemia de covid-19.

Jenifer Hugo Modesto desapareceu em Poços de Caldas (MG), onde morava, no dia 4 de abril. De acordo com a polícia, ela percorreu a pé um trecho ermo entre o terminal de ônibus e a casa dela, sendo abordada no caminho por Éder Abrão Filadélfia, que havia sido solto no dia 3.

Segundo a polícia, ele só foi preso dias depois, após tentar cometer outro estupro. Ele confessou ter assassinado a garota e indicou onde estava o corpo.

Éder Abrão é condenado por estupro e cumpria pena em presídio a 80 km de Poços de Caldas. Foi liberado por ter hipertensão, o que coloca em grupo de risco da covid-19.

O avanço do novo coronavírus dentro dos presídios brasileiros permitiu a mais de 30 mil condenados cumprir pena em casa durante a pandemia. A recomendação do Conselho Nacional de Justiça é pra liberar apenas quem está em grupos de risco e não cometeu crimes graves.

Para o promotor Rogério José Filócomo Júnior, a ideia de que o “criminoso vai ficar em casa beira uma certa inocência”. “Quem opera no direito, não pode ser inocente a esse ponto”, afirma.

Fonte: R7

Faça parte do nosso Apoi.se: https://apoia.se/msconservador

O MS Conservador não aceita dinheiro público e muito menos financiamento de políticos e partidos políticos, somos um grupo de voluntários atuando para levar sempre a verdade e o crescimento do conhecimento conservador.

Ajude a manter a nossa página atuante e nossas matérias diárias, faça sua doação: 

Banco Bradesco           
Agência: 5306
Conta: 22591-6
CPF: 904.070.671-91

Banco Caixa Econômica
Operação: 013    
Agência: 1568
Conta: 47823-0
CPF: 028.459.011-86